Um homem de 60 anos morador de Kakegawa foi confirmado como o 41º caso de coronavírus na província de Shizuoka. Ele está hospitalizado desde a sexta-feira (10) e respira com ajuda de oxigênico por precaução, segundo informações passadas pela Prefeitura na noite deste domingo (12).

O teste PCR como positivo foi revelado no sábado pelo centro médico. As autoridades informaram que vão conduzir uma pesquisa epidemiológica ativa para saber quais contatos próximos o morador teve, além da própria família.

De acordo com o histórico do paciente, ele esteve em Tóquio a trabalho com mais três colegas nos dias 26 e 27 de março. Segundo o paciente, ele permaneceu de máscara o tempo todo. Eles viajaram em carro próprio e não trafegaram em transportes públicos.

Os sintomas começaram a aparecer no dia 3 de abril. Segundo o histórico, o homem apresentou febre de 38 ºC e sentia a “cabeça pesada”, e também com muita tosse. A partir desse dia, segundo o laudo, o paciente não foi mais trabalhar. Nos dias 4 e 6 ele relatou aos médicos perda de apetite.

No dia 7, o homem foi trabalhar em local ao ar livre, com carro próprio, e garantiu ter ficado a uma distância superior a 2 metros de outras pessoas. Nesse dia, segundo ele, a febre tinha diminuído. Porém, no dia seguinte, a febre voltou e ele não saiu mais de casa.

No dia 10 ele foi hospitalizado e o exame confirmando coronavírus saiu no dia 11. A atual condição médica do paciente é de febre, tosse e mal-estar. “O oxigênio está sendo administrado apenas por precaução”, relatou o boletim do paciente, que considera o grau de leve a moderado.

No momento, a família foi determinada como um contato próximo e vão realizar o teste de PCR. As autoridades solicitaram um isolamento de 14 dias aos familiares a partir do último dia de contato.