A cidade de Kikugawa anunciou essa semana que vai pagar 100.000 ienes àquelas pequenas empresas cujas vendas estão diminuindo significativamente durante a crise do novo coronavírus. A medida emergencial vai destinar cerca de 26 milhões para a contribuição.

De acordo com informações da Divisão de Comércio e Indústriade Kikugawa, o benefício será disponibilizado àquelas empresas com 20 ou menos funcionários, e que a venda de seus produtos tenha caído 50% ou mais durante os meses de março e junho.

Outro critério é comprovar que as vendas no mesmo mês do ano anterior devam ter sido de 400.00 ienes ou mais. A empresa deverá ter mais de um ano de atuação em Kikugawa.

O município não especificou, no entanto, se o benefício será pago mais de uma vez ao empresário. Informações sobre os procedimentos de inscrição podem ser encontradas neste link e nas instituições financeiras.

As inscrições são aceitas de 20 de abril a 31 de julho, e os formulários deverão ser enviados por correio, para evitar aglomeração no prédio da Prefeitura.