A cidade de Kakegawa confirmou neste domingo (26) o terceiro paciente infectado pelo novo coronavírus, de 40 anos de idade. O homem trabalha na mesma empresa que o rapaz de 30 anos que teve a confirmação da doença anunciada neste sábado (leia aqui).

De acordo com histórico do paciente, ele começou a sentir os primeiros sintomas, como febre de 38º C, no dia 18 de abril – mesma data que seu colega de trabalho. Eles trabalham fora da cidade de Kakegawa, mas na província.

Diferentemente do que alegou o rapaz de 30 anos, o novo paciente informou que foi trabalhar nos dias 20 e 21 usando máscara, e que teria ido com o próprio carro. Porém, a Prefeitura ainda analisa o comportamento do paciente entre os dias 20 e 23, para ter mais detalhes de onde ele esteve.

No dia 22 ele procurou o hospital e dentre os procedimentos até a confirmação do teste positivo de PCR (no dia 24), o homem ficou recluso em casa até ser internado neste domingo (26).

Membros da família estão sendo monitorados pelo órgão de saúde do município, e deverão ficar em observação pelos próximos 14 dias. As autoridades não divulgam o local de trabalho dos pacientes e se mais colegas estão em quarentena.

O total de casos na província de Shizuoka saltou para 63 contaminados. Desses, 52 casos foram registrados somente no mês de abril, revelando um salto como nas demais regiões do Japão.

SHIZUOKA

Na cidade de Shizuoka, dois casos foram confirmados na sexta-feira. Um homem de 70 anos e uma mulher de 60 testaram positivo para o coronavírus. A cidade já contabiliza 17 infectados, e desses 10 recuperados totalmente.