O sistema de correios do Japão (Japan Post) divulgou essa semana que ainda não tem previsão para a entrega de encomendas para a grande maioria dos países afetados pelo novo coronavírus.

A redução global de voos a partir de abril provocou atrasos na entrega de correspondências a mais de 150 países.

Milhares de encomendas que foram entregues em uma das agências do Japan Post para remessa em centenas de países foram devolvidas aos remetentes.

Já as entregas de correspondências postais estão limitadas a alguns países, como China, Nova Zelândia, Itália, Indonésia, Samoa (Oceania) e Suriname (América do Sul).

O Japan Post informa que todos os tipos de correspondências com destino ao Brasil continuam suspensas por tempo indeterminado.

A empresa informou que, especialmente para itens de correspondência para o Reino Unido, México e alguns países do Sudeste Asiático, o carregamento de itens em aviões destinados a esses países deve levar cerca de três semanas.

“Estamos tentando enviar prontamente o maior número possível de itens postais para esses países, em cooperação com as companhias aéreas.   Lamentamos sinceramente a inconveniência e a desaceleração da entrega”, divulgou o Japan Post em nota.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

dois + dezoito =