A província de Shizuoka chegou nesta quarta-feira a 234 casos de coronavírus, sendo que mais de 150 foram notificados somente neste mês de julho.

Diante da segunda onda de casos o governo aumentou, em menos de uma semana, o nível de alerta de 3 para 4 (de um total de 6).

Do total de casos confirmados em julho, 84 estão ligados a dois “clusters” (infecções em grupo), notificados em duas casas noturnas na cidade de Hamamatsu.

Em Atami, além de um karokê que disseminou coronavírus a mais de 15 pessoas no início do mês, um bar/café também está sendo considerado um novo caso de cluster essa semana, já que oito foram confirmados com a doença.

Na terça-feira, o governo da província elevou o nível de alerta para “disseminação da infecção”, e solicitou a todos que evitem aglomeração em festas ou locais públicos.

Infecções em Shizuoka - Shizuoka passa de 150 casos de coronavírus em julho e governo aumenta nível de alerta
Gráfico elaborado pela NHK, mostra a evolução e casos cumulativos em Shizuoka. O segundo traço azul mostra o momento em que o governo suspendeu o estado de emergência.

A situação da província é “delicada”, segundo as autoridades, pois muitas rotas de infecções confirmadas tanto em Hamamatsu como em demais cidades menores, ainda não foram identificadas pelo governo.

A curva epidêmica da doença em Shizuoka começou a se elevar logo após a suspensão do estado de emergência, no final de maio. Desde então o número de infectados, que estava “estabilizado” em 75, saltou em dois meses para mais de 230.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

17 + 8 =