A montadora Suzuki divulgou essa semana que a produção mundial de veículos no primeiro semestre de 2020 foi de aproximadamente 997 mil unidades. Uma queda de 38% em relação ao mesmo período do ano passado.

A suspensão temporária da produção nas plantas do Japão e no exterior, como a Índia, em decorrência da pandemia de coronavírus fez com que a montadora produzisse menos de 1 milhão de veículos pela primeira vez em 17 anos.

Por outro lado, segundo a montadora, o volume de produção mundial em junho foi de cerca de 148 mil unidades, uma redução de 32% em relação ao mesmo período do ano passado.

A queda, no entanto, foi menor do que no mês de maio, quando houve acentuada queda de 80% na produção.

A Suzuki avalia que os principais mercados domésticos e da Índia estão mostrando sinais de recuperação.

A Índia, principal pilar, parou de operar a planta do final de março a maio, uma queda de 47% em relação ao ano anterior. A produção foi lenta devido à suspensão temporária de plantas no Paquistão, Hungria e Indonésia.

Na Índia, algumas fábricas retomaram as operações noturnas em julho, e a Suzuki tem como objetivo normalizar as atividades de produção enquanto monitora as tendências do mercado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

19 − 3 =