A governadora metropolitana de Tóquio, Yuriko Koike, pediu maior vigilância contra o novo coronavírus e vai declarar estado de emergência após a confirmação de 367 casos na quinta-feira – recorde desde o início da pandemia.

Koike disse em entrevista coletiva que o governo metropolitano que deve elevar o alerta para o nível 4, considerado o mais alto. Ela classificou a situação grave, e emitirá um “Alerta Especial Contra Covid-19”.

Tóquio vai solicitar aos bares e restaurantes com entretenimento que para limitar o horário comercial entre as 5h e as 22h, de 3 a 31 de agosto.

O governo metropolitano oferecerá 200.000 ienes em “dinheiro de cooperação” para os operadores comerciais que cumprirem totalmente a solicitação.

Ela acrescentou que Tóquio deveria considerar emitir um estado de declaração de emergência por conta própria se a situação se deteriorar ainda mais.

Os 367 novos casos de COVID-19 confirmados em 30 de julho superaram os 366 relatados em 23 de julho. A capital registrou mais de 200 novos casos pelo terceiro dia consecutivo.

O número diário de infecções em Tóquio é contado com base nos resultados dos testes realizados cerca de três dias antes. Se o número de casos de teste aumentar, é mais provável que o número de pacientes infectados aumente.

Segundo o governo metropolitano de Tóquio, o maior número de testes diários foi realizado em 27 de julho com 5.818.

Fonte e Foto | Asahi Shimbun

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

4 + treze =