O Japão vai permitir a entrada de brasileiros cônjuges de japonês, residentes permanentes e descendentes de segunda geração (nisseis) desde que possuam certificado de elegibilidade.

A informação foi publicada no site oficial do Consulado Geral do Japão no Brasil essa semana.

Até o momento, somente os estrangeiros residentes com re-entry e que haviam saído do país até 02 de abril, podiam desembarcar no Japão.

Desde o dia 05 de agosto, com a reabertura parcial do Consulado Geral do Japão no Brasil para atendimento e emissão de vistos, abriu-se uma exceção para esse grupo em meio às restrições de viagens por causa da pandemia de coronavírus.

Outra exceção é se a pessoa se qualificar por motivos humanitários.

Como por exemplo: se você deixou o Japão para comparecer como testemunha em um tribunal estrangeiro, para receber tratamento médico ou porque teve que sair para cumprir os requisitos de graduação no exterior e agora precisa retornar ao Japão para continuar seus estudos –  nesse caso, seu tutor também se qualificaria para a exceção.

Mesmo com essas possibilidades, o Consulado alerta para que é necessário agendar o atendimento através do telefone (11) 3254-0100, no horário das 14h às 16h.

O comparecimento com os documentos no guichê será das 9h às 12h, de segunda a sexta-feira. Caso haja falta de documentos, um novo horário será reagendado com previsão de duas semanas ou mais.

Mais informações podem ser obtidas também pelo e-mail info@jbacbrasil.com.br.

NO JAPÃO

A Agência de Serviços de Imigração do Japão publicou essa semana um resumo das políticas atuais do governo sobre quem tem permissão para entrar ou reentrar no país, de acordo com as medidas que estão sendo tomadas para prevenir a disseminação do coronavírus. (Consulte o documento em japonês).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui