A cidade de Hamamatsu ofereceu testes gratuitos para detectar coronavírus à 2 mil trabalhadores em mais de 430 restaurantes, durante o mês de agosto.

A medida foi uma resposta a três clusters (infecção em grupo), ocorridos em dois restaurantes na região central e em uma academia de ginástica.

A última remessa de testes de PCR foi concluída na quarta-feira (9), e de acordo com a Prefeitura, todas as 941 pessoas pessoas testaram negativo para a doença.

Esses funcionários estão divididos em 147 lojas. Os testes são feitos a partir da saliva dos voluntários. Desde 18 de agosto, uma média de 37 funcionário por restaurante participou do teste.

Pouco mais de 80 pessoas ainda aguardam o resultado, de oito estabelecimentos.

Ao todo, Hamamatsu realizou cerca de 2 mil testes em contatos próximos desses profissionais, sendo que mais de 100 foram confirmadas positivas durante os três clusters que ocorreram há dois meses – sendo um deles em uma academia.

Fonte | Shizuoka Shimbun
Foto | EFE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

7 − seis =