O governo da província de Shizuoka encaminhou para a assembléia legislativa essa semana, uma proposta de orçamento suplementar para medidas contra novas infecções por coronavírus, no valor de 2,84 bilhões de ienes.

O projeto deverá ser analisado em sessão ordinária na próxima quinta-feira (17), e se aprovado, o governo poderá destinar os valores a partir do segundo semestre desse ano.

No texto do projeto, a província pretende 433 milhões de ienes para prevenir a propagação de infecções e melhorar o sistema médico. O custo total do teste de PCR quando ocorre um cluster (grupo de pessoas infectadas) será coberto por fundos públicos.

Outra importante quantia do orçamento suplementar será de 455 milhões de ienes, previstos para o auxílio de estudantes, incluindo os estrangeiros que estão no ensino médio.

A província pretende destinar subsídio (ainda sem valor definido) para auxiliar na língua japonesa e na educação profissional.

Também para evitar lotação no ônibus escolar e no transporte de portadores de necessidades especiais, o governo incluiu no valor o aluguel de 35 carros novos.

NPO’s e Imposto

Organizações Não Governamentais (NPO’s) poderão receber 100 mil ienes de ajuda financeira da província, se comprovarem que a receita de março a agosto tenha tido queda em decorrência da pandemia.

Para esse fim o governo colocou no projeto a quantia de 334 milhões de ienes. O governo deverá divulgar os critérios assim que o orçamento for aprovado.

No cálculo do governo, no final de julho houve uma queda de 1,67 bilhão na arrecadação do imposto na província, devido aos impactos da pandemia. Parte do orçamento suplementar deverá suprir o rombo no período.

Fonte | Chunichi

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

20 − dezessete =