Por entre as encostas íngremes das montanhas ao norte de Hamamatsu, o sempre sorridente Mikio Katagiri, aos 71 anos, conduz sua caminhonete carregada de alimentos e outros produtos de uso doméstico.

Sua ‘aventura’, além de comercial, tem um nobre sentido: Hoje em dia ele é o único elo comercial com os idosos das aldeias mais afastadas da região de Tenryu, onde prevalecem idosos sem qualquer condições de locomoção para compras nas cidades próximas.

Aos 71 anos, Mikio é considerado o ‘vendedor viajante’ mais antigo dessa parte da província de Shizuoka.

Sua rotina virou notícia essa semana através de uma reportagem do jornal Chunichi, onde destacou a alegria de idosos aos encontrar o vendedor passando em frente as suas casas, nos vales montanhosos.

Mikio faz compras em Hamamatsu e passa uma semana percorrendo as regiões onde vivem os idosos.

vendedor 1 - Mikio Katagiri: vendedor viajante e amigo dos idosos nas montanhas de Hamamatsu
Mikio Kataguiri apresenta a variedade de alimentos a uma moradora idosa na vila montanhosa de Yongsan (foto | Takasuke Hakata

Com as restrições impostas pela pandemia do coronavírus, seu papel em estar próximos desses idosos redobrou.

Além disso, a impossibilidade de visitação de familiares, ele, Mikio, tornou-se o principal ‘fornecedor’ de sustento e carinho aos vovôs e vovós das montanhas.

Na sua caminhonete encontra-se de tudo, desde peixes e frutas da estação até utensílios domésticos.

Satoko, de 82 anos, agradece: “Estou tão velha que não posso sair e fico ansiosa pela chegada dele (Mikio) com as compras”.

O vendedor recebe apoio de uma organização para continuar com o trabalho personalizado de vendas locais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

4 + vinte =