A produção das fábricas do Japão aumentou pelo terceiro mês consecutivo em agosto, enquanto a atividade econômica se recupera lentamente dos impactos da pandemia do coronavírus.

Dados oficiais divulgados nessa quarta-feira (30) mostraram que a produção fabril aumentou 1,7% em agosto em relação ao mês anterior, impulsionada pelo aumento da produção de automóveis e peças automotivas, bem como ferro, aço e metais não ferrosos.

O aumento de agosto, que foi mais lento do que o ganho recorde de 8,7% do mês anterior, veio em grande parte em linha com a previsão média do mercado de 1,5% de crescimento em uma pesquisa da agência Reuters com economistas.

A demanda entre os parceiros comerciais globais do Japão, e especialmente a China, caiu desde o início deste ano, quando a crise do vírus forçou os governos a impor restrições que prejudicam o comércio e a produção globais.

Os fabricantes esperam que a produção suba 5,7% em setembro e 2,9% em outubro, disse o Ministério da Economia, Comércio e Indústria (METI).

NO VAREJO

Dados separados revelaram que as vendas no varejo registraram o sexto mês consecutivo de quedas em agosto (-1,9%), quando os consumidores passaram a economizar em vez de gastar, em grande parte devido às preocupações com uma frágil recuperação econômica.

Fonte | Japan Today

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

13 − 10 =