O governo japonês fornecerá às empresas de viagens do setor privado mais fundos para cobrir os custos de descontos no programa de promoção de turismo Go To Travel, disse o ministro do turismo, Kazuyoshi Akaba, na terça-feira (13).

A mudança ocorre depois que os principais operadores de sites de reservas de viagens reduziram esses descontos devido à escassez de fundos alocados pelo estado.

O governo espera evitar confusão ajudando as empresas de viagens a continuarem oferecendo aos clientes descontos equivalentes a 35% dos custos de viagem, por até 14.000 ienes por pessoa por noite, por meio do financiamento adicional.

Os sites de reservas que reduziram suas ofertas são Jalan, Ikyu.com e Yahoo Travel. Até recentemente, os viajantes podiam esperar um desconto máximo de 14.000 ienes (cerca de US $ 133), mas as reservas a partir de 10 de outubro agora têm um limite máximo de apenas 3.500 ienes (cerca de US $ 33) com desconto.

A alteração das condições foi anunciada simultaneamente no dia 9 de outubro nos sites das agências de viagens. (Saiba como adquirir o desconto)

Governo corre para evitar polêmica

ministro do turismo do Japão - Japão aumentará repasse de verba para agências manterem descontos no programa Go To Travel
Ministro do Turismo do Japão, Kazuyoshi Akaba

Em uma coletiva de imprensa, Akaba disse que o governo planeja começar a distribuir fundos adicionais de forma “flexível” com base em registros de reservas de agências de viagens.

“Fomos informados pelos operadores (do site) que eles retomarão os descontos de 35% no mais tardar na manhã de quarta-feira”, disse Akaba.

Ele também disse que as pessoas que reservaram suas viagens com os descontos limitados poderão desfrutar do programa em toda a sua extensão.

1,3 trilhão de ienes

O orçamento total para a campanha Go To Travel é de cerca de 1,3 trilhão de ienes (cerca de US $ 12,3 bilhões).

De acordo com dados preliminares da Agência de Turismo do Japão, do dia em que a campanha começou, em 22 de julho, até 15 de setembro, apenas cerca de 73,5 bilhões de ienes (cerca de US $ 697 milhões) foram usados ​​para financiar descontos.

Fontes | Jiji Press/Mainichi

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

um × cinco =