Moradores da província de Shizuoka vão mover uma ação contra JR Tokai para suspender a construção do trecho da prefeitura (10,7 km), que deve se iniciar no dia 30 deste mês, sobre a construção do Linear Chuo Shinkansen –  uma linha de trem de levitação magnética entre Tóquio e Nagoia em 2027.

Os demandantes revelaram em uma assembleia geral realizada na cidade de Shizuoka que pretendem barra as obras que se iniciou na última semana. A ação alega que a construção pode afetar a natureza do Rio Oigawa e dos Alpes do Sul.

Moradores estão preocupados com a diminuição da vazão do Rio Oigawa devido às obras, e enfrentam JR Tokai. Dos 10,7 km, 8,9 km, que são chamados de área de construção de Shizuoka, ainda não iniciaram a construção.

Em uma reunião no sábado (17), mais de 200 moradores se apresentaram para acertar os detalhes da denúncia.

Em maio de 2016, os residentes ao longo da linha ferroviária entraram com uma ação no Tribunal Distrital de Tóquio sobre a construção linear, pedindo ao governo a revogação da licença comercial.

Já em 2019, moradores ao longo da cidade dos Alpes do sul da Prefeitura de Yamanashi entraram com uma ação no Tribunal Distrital de Kofu pela suspensão das obras de JR Tokai.

Fonte | Nikkei

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

três × 5 =