O governador de Shizuoka, Kawakatsu Heita, em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (8), afirmou que pode declarar estado de emergência se o número de novos casos de coronavírus continuar subindo.

Segundo o governador, o número de pessoas infectadas com o novo vírus corona em Shizuoka foi de 87, o maior número já registrado no dia 6, e chegou a 82 no dia 7.

“Especialmente a parte oriental da prefeitura é afetada pela propagação explosiva da infecção na área metropolitana. Se a propagação da infecção não for interrompida, há o risco de cair na mesma situação da área metropolitana”, disse o governador.

O governador reforçou que se esta situação persistir durante uma semana, existe a preocupação de que o sistema de prestação de cuidados médicos seja gravemente prejudicado, o que equivale à “Fase 3” nacional.

“O movimento em si é um risco alto e eu gostaria de pedir medidas de prevenção de infecção mais altas. Por favor, não se mova para áreas onde a infecção se espalhou tanto quanto possível”, pediu o governador.

O governo espera que com essas medidas, o tráfego desnecessário e sem urgência sofra uma redução de 70% no deslocamento através das fronteiras provinciais por meio de trabalho remoto.

A coletiva de imprensa foi realizada após o primeiro-ministro declarar estado de emergência em Tóquio, Saitama, Chiba e Kanagawa até 7 de fevereiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui