Olá pessoal, tudo bem ?

Já faz um tempinho desde que aparecemos por aqui da última vez.
Voltamos e estamos de cara e nome novo, mas o conteúdo continua o mesmo, compartilhar informação e nosso conhecimento sobre a escola Japonesa.

Então, vamos ao assunto de hoje,
A REALIDADE DOS ALUNOS ESTRANGEIROS NO CHUUGAKKOU.

1 - A realidade dos alunos estrangeiros na escola japonesa

O Chuugakkou (中学校) é o segundo nível da escola de ensino fundamental aqui no Japão, por aqui, comumente damos o nome de escola ginasial.

Muitos alunos estrangeiros quando entram na fase do Chuugakkou, passam por diversas dificuldades, não só nos estudos, mas também na adaptação da escola como um todo. Esta é a fase onde também muitos precisam se preparar para um grande passo dentro do sistema educacional japonês, o vestibular para o ensino médio (Koukou / 高校).

Hoje vamos falar um pouco sobre o por que muitos alunos estrangeiros se frustram nesta fase da escola. Vamos apresentar algumas destas razões neste artigo.

1. AULAS
Devido ao grau de dificuldade na sala de aula aumentarem comparado ao Shougakkou (小学校), e o ritmo das aulas serem mais rápidas.
Muitos não conseguem acompanhar as aulas logo no início, e os que já não acompanhavam bem as aulas do Shougakkou, se sentem ainda mais perdidos. Sem conseguir acompanhar as aulas, as notas acabam caindo ainda mais, e é aí que muitos se frustram com a sua própria capacidade intelectual.

2. ADAPTAÇÃO
Os estrangeiros levam mais tempo para se adaptarem ao ritmo dos estudos, e durante essa adaptação eles podem passar por crises de identidade, devido a identidade plural de ser uma criança estrangeira criada no Japão. Também podem ter problemas em fazer novas amizades e se distanciar dos amigos do Shougakkou por caírem em salas diferentes, causando um estresse em alguns alunos. É muito importante manter o diálogo dentro de casa para cuidar do emocional do aluno durante essa fase de adaptação.

3. MOTIVAÇÃO
Com a caída brusca das notas escolares e baixo rendimento nos estudos, muitos perdem o interesse pelos estudos passando a ser apenas um visitante dentro da sala de aula. Um visitante é aquele aluno que está presente mas não é participativo. Neste caso, os pais tem um papel importante de incentivar e orientar os filhos a não desistirem e procurar soluções para auxiliar nas dificuldades dos filhos.

Essas são algumas das dificuldades que os alunos estrangeiros passam durante os estudos aqui no Japão. É importante que este aluno tenha uma rede de apoio para o ajudá-lo com essas situações.

Espero ter ajudado com este artigo, até a próxima!

Fernanda Kikuchi.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui