A empresa farmacêutica britânica AstraZeneca PLC informou nessa segunda-feira (22) que sua vacina contra o coronavírus foi 79% eficaz na prevenção da doença, em um ensaio clínico conduzido nos Estados Unidos, Chile e Peru.

Ele também disse que os especialistas não identificaram preocupações de segurança relacionadas à vacina, incluindo qualquer risco aumentado de coágulos sanguíneos

Coágulos sanguíneos entre aqueles que receberam as vacinas foram relatados na Europa, levando a França e outros países a suspender temporariamente o uso da vacina AstraZeneca.

A empresa biofarmacêutica disse que está se preparando para buscar uma autorização de uso emergencial do regulador de medicamentos dos EUA nas “próximas semanas”.

A vacina AstraZeneca já foi aprovada para uso em mais de 70 países ao redor do mundo.

De acordo com uma análise provisória do ensaio americano que envolveu cerca de 32.000 participantes, a vacina mostrou 79% de eficácia na prevenção de Covid-19 sintomático, a doença respiratória causada pelo coronavírus, e 100% de eficácia na prevenção de doenças graves e hospitalização, segundo a empresa.

A proteção era consistente em toda a etnia e idade. Em participantes com 65 anos ou mais, a eficácia foi de 80%. A maioria dos participantes eram brancos, 4% asiáticos, entre outros.

Fonte | Kyodo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui