A revisão da Lei de Estabilização do Emprego de Idosos entrou em vigor no Japão nesta quinta-feira (1), obrigando as empresas a garantir oportunidades de trabalho até os 70 anos, informou a emissora NHK.

Até agora, era obrigatória a contratação de todos aqueles que desejassem ter até 65 anos, mas cerca de um terço das empresas implantou um sistema que permite o trabalho a pessoas com mais de 66 anos, segundo o Ministério do Trabalho.

Uma pesquisa em mais de 160.000 empresas em todo o país sobre a situação de emprego dos idosos em 1º de junho do ano passado, mostrou que 33,4% das empresas implantaram um sistema que permite o trabalho a pessoas com 66 anos ou mais, o que representa cerca de um terço do total.

Uma outra pesquisa feita pelo governo mostrou que 65,7% dos homens planejam trabalhar até os 70 anos ou mais, e 52,5% das mulheres responderam o mesmo.

O governo vai pedir às empresas que escolham uma das cinco opções de forma de trabalho, incluindo aumentar a idade da aposentadoria, descartá-la ou permitir que os funcionários trabalhem além do limite de idade.

As duas outras opções são para as empresas terceirizarem algumas operações para aposentados que iniciam seus próprios negócios ou se tornam colaboradores, ou atribuí-las a projetos filantrópicos executados pelas empresas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui