A montadora Suzuki vai paralisar duas fábricas na província de Shizuoka, em decorrência da falta de semicondutores, segundo informação da emissora NHK, neste domingo (4).

A Suzuki suspenderá parcialmente a produção na fábrica de Sagara, na cidade de Makinohara, que produz “Swift”, e na fábrica de Kosai n, que produz “Wagon R”.

Na planta de Sagara vai parar de montar carros pequenos nesta segunda-feira (5), e a fábrica de Kosai vai parar uma das três linhas de produção para a montagem de minicarros por dois dias: nos dias 5 e 12 de abril.

A empresa informou que irá compensar os dias parados em dias de folga após o feriado de maio, e que não haverá redução na produção e nenhum impacto no emprego.

No entanto, não descartou novas paralisações descartou novas paralisações caso o problema da falta de chips persista.

ESCASSEZ

Um estudo nos Estados Unidos mostrou que a cadeia global de suprimentos de semicondutores se tornou cada vez mais vulnerável a desastres naturais e interrupções geopolíticas porque os fornecedores estão mais concentrados em regiões distintas.
O relatório foi feito em meio à escassez global de chips que começou atingindo fábricas em Taiwan em 2020, e aumentou após um incêndio em uma unidade da Renesas no Japão, além do clima congelante que cortou fornecimento de energia no Texas e da piora da seca em Taiwan este ano.

A Renesas, que responde por 30% do mercado global de chips usados em automóveis, está buscando retomar parte da produção este mês.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui