O Japão tem 1.084 pacientes com Covid-19 com sintomas graves, atingindo um recorde histórico pelo segundo dia consecutivo e alimentando temores de novas tensões nos sistemas de saúde.

O Ministério da Saúde do país informou nessa segunda-feira (3), que o total de pacientes aumentou em relação ao domingo, enquanto a taxa de ocupação de leitos hospitalares para pessoas em estado grave chegou a 50% em algumas províncias, incluindo Osaka e a vizinha Hyogo.

Em Osaka e Hyogo, o número de pacientes com coronavírus se recuperando em locais como hospitais, hotéis e residências na última quarta-feira foi o dobro do pico da “terceira onda” de infecções observada em janeiro, de acordo com o ministério da saúde.

Como variantes altamente contagiosas do vírus no oeste do Japão, 17.689 pacientes com coronavírus em Osaka representam um aumento de 2,8 vezes em comparação com 20 de janeiro, quando a disponibilidade de leitos hospitalares era anteriormente mínima. Hyogo relatou 4.706 pacientes, um aumento de 2,4.

Sob o estado de emergência, que deve entrar em vigor até 11 de maio, as autoridades impuseram medidas antivírus mais rígidas, incluindo exigir que restaurantes que servem bebidas alcoólicas e grandes estabelecimentos comerciais fechem.

Mas Osaka e Tóquio relataram na segunda-feira 847 e 708 novos casos de Covid, respectivamente. (com informações agência Kyodo News)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui