O governo iniciou um ensaio da campanha Go To Travel com descontos, mas insistiu que todas as precauções de segurança contra o COVID-19 serão tomadas antes da retomada total do programa de promoção do turismo.

O teste envolve 38 rotas turísticas organizadas por 11 empresas de viagens designadas pela Agência de Turismo do Japão e vai continuar até meados de novembro.

O primeiro teste começou em 8 de outubro envolvendo uma turnê operada pela Tobu Top Tours Co.

Espera-se que o governo dê tratamento favorável aos viajantes que foram totalmente vacinados contra o COVID-19 assim que a campanha for totalmente retomada.

Essas pessoas estarão isentas de restrições de viagem de prefeituras onde um estado de emergência é emitido.

O governo também considerará dar uma taxa de desconto favorável para pequenas empresas na campanha.

O ensaio tem como objetivo principal testar revisões nas operações, como verificar a validade dos certificados de vacinas.

Mas ainda não foi definido quando a campanha pode realmente reiniciar.

3b2d225b84b752da7b3bcdf373dfa497 - Programa Go To Travel retorna em fase de teste em 38 rotas turísticas do Japão
 Os visitantes se aglomeram no templo Zenkoji em Nagano em 2 de outubro, depois que o estado de emergência sobre o COVID-19 foi totalmente suspenso. (Foto Kazuki Endo)

O governo central disse que vai realizar uma pesquisa com os participantes de tais viagens-teste e empresas de viagens para esclarecer quaisquer problemas potenciais.

Grupos da indústria do turismo também estabelecerão novas diretrizes para a retomada da campanha.

O governo foi criticado no ano passado por continuar a campanha Go To Travel, um projeto favorito do então primeiro-ministro Yoshihide Suga, quando o novo coronavírus estava se espalhando rapidamente por todo o país.

“Faremos consultas cuidadosas com especialistas para evitar que a campanha Go To Travel se torne uma causa de disseminação da infecção”, disse Tetsuo Saito, o ministro da Terra, Infraestrutura, Transporte e Turismo, a repórteres em 6 de outubro.

O governo também irá discutir a implementação de uma escala móvel de taxas de desconto para distribuir o número de viajantes ao longo da semana e evitar congestionamentos nos fins de semana.

A campanha Go To Travel oferece um desconto de 50% em até 20.000 ienes (R$ 977,00) do custo de uma viagem por pessoa, por noite.

Tudo começou em julho de 2020. Mas, com o agravamento da pandemia COVID-19, o programa foi interrompido no final de dezembro daquele ano.

Do orçamento total da campanha de 2,7 trilhões de ienes, cerca de 1,3 trilhão de ienes permanece sem uso.

O governo tem usado os fundos orçamentários restantes em um projeto de apoio ao turismo nas províncias, subsidiando 50% das viagens que custam até 5.000 ienes por pessoa, por noite. Apenas quem mora em cada província pode receber o desconto. 

Até 7 de outubro, 19 prefeituras estavam envolvidas no projeto.

É possível que o projeto de turismo local seja expandido antes que a campanha nacional Go To recomece.

Fonte The Asahi

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui