De acordo com uma pesquisa divulgada pela província de Shizuoka, nesta semana, o número de crianças e alunos que se recusaram a frequentar as escolas de ensino fundamental e médio no ano passado foi de 6.377, o maior número de todos os tempos.

O número de crianças e alunos que faltaram à escola por mais de 30 dias é de 2.056 para alunos do ensino fundamental e 4321 para alunos do ensino fundamental, totalizando 6.377, um aumento de 96 em relação ao ano anterior e continuando a aumentar por oito anos consecutivos. Este é o maior número desde 1998, quando a pesquisa foi iniciada da mesma forma.

A taxa de aumento em relação ao ano anterior foi de cerca de 1,5%, o que é inferior à taxa de crescimento das escolas de ensino fundamental e médio em todo o país, que é de cerca de 8,2%.

Por outro lado, o número de casos de bullying reconhecidos foi de 9.092 no ensino fundamental e 2.617 no ensino fundamental, totalizando 11.709, uma redução de cerca de 16% em comparação ao ano passado, e diminuiu pelo segundo ano consecutivo. 

“A diminuição no número de casos notificados de bullying deve-se ao fato de que a distância física entre crianças e alunos aumentou devido às medidas de controle de infecção para o novo coronavírus, e as oportunidades para enfrentar a comunicação face a face diminuiu. Gostaria de levar a sério que o número de crianças e alunos que não frequentaram a escola atingiu um recorde”, disse o governo.

Fonte NHK

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui